"A Vida, como a fizeres, estará contigo em qualquer parte." (Autoria desconhecida)

Coração de Tinta - 106 min.


Mo Folchart (Brendan Fraser) e sua filha Meggie (Eliza Bennett), de 12 anos, são apaixonados por livros. Desde pequena Meggie teve o hábito de leitura estimulado pelo pai, que trabalha como encadernador de livros. Além disto eles têm o poder de trazer à vida personagens dos livros caso o leia em voz alta, só que sempre que isto acontece uma pessoa real é inserida nos livros. Até que um dia, ao passear por um sebo, Mo ouve vozes de "Coração de Tinta", um livro que não lhe traz boas recordações. Sua história possui castelos medievais e estranhas criaturas, com este universo tendo aprisionado a mãe de Meggie quando ela tinha apenas três anos. Mo sempre desejou encontrar o livro e salvar a esposa, mas agora precisa lidar também com o sequestro de Meggie por Capricórnio (Andy Serkis), que deseja dar vida a diversas criaturas malignas.

Vídeo gentilmente cedido pela aluna Monique Quimbely - 7ª B

Os Miseráveis - 131 min.


Após cumprir 19 anos de prisão com trabalhos forçados por ter roubado comida, Jean Valjean (Liam Neeson) é acolhido por um gentil bispo (Peter Vaughan), que lhe dá comida e abrigo. Mas havia tanto rancor na sua alma que no meio da noite ele rouba a prataria e agride seu benfeitor, mas quando Valjean é preso pela polícia com toda aquela prata ele é levado até o bispo, que confirma a história de lhe ter dado a prataria e ainda pergunta por qual motivo ele esqueceu os castiçais, que devem valer pelo menos dois mil francos. Este gesto extremamente nobre do religioso devolve a fé que aquele homem amargurado tinha perdido. Após nove anos ele se torna prefeito e principal empresário em uma pequena cidade, mas sua paz acaba quando Javert (Geoffrey Rush), um guarda da prisão que segue a lei inflexivelmente, tem praticamente certeza de que o prefeito é o ex-prisioneiro que nunca se apresentou para cumprir as exigências do livramento condicional. A penalidade para esta falta é prisão perpétua, mas ele não consegue provar que o prefeito e Jean Valjean são a mesma pessoa. Neste meio tempo uma das empregadas de Valjean (que tem uma filha que é cuidada por terceiros) é despedida, se vê obrigada a se prostituir e é presa. Seu ex-patrão descobre o que acontecera, usa sua autoridade para libertá-la e a acolhe em sua casa, pois ela está muito doente. Sentindo que ela pode morrer ele promete cuidar da filha, mas antes de pegar a criança sente-se obrigado a revelar sua identidade para evitar que um prisioneiro, que acreditavam ser ele, não fosse preso no seu lugar. Deste momento em diante Javert volta a perseguí-lo, a mãe da menina morre mas sua filha é resgatada por Valjean, que foge com a menina enquanto é perseguido através dos anos pelo implacável Javert.

Babel - 142 min.


Um ônibus repleto de turistas atravessa uma região montanhosa do Marrocos. Entre os viajantes estão Richard (Brad Pitt) e Susan (Cate Blanchett), um casal de americanos. Ali perto os meninos Ahmed (Said Tarchani) e Youssef (Boubker At El Caid) manejam um rifle que seu pai lhes deu para proteger a pequena criação de cabras da família. Um tiro atinge o ônibus, ferindo Susan. A partir daí o filme mostra como este fato afeta a vida de pessoas em vários pontos diferentes do mundo: nos Estados Unidos, onde Richard e Susan deixaram seus filhos aos cuidados da babá mexicana; no Japão, onde um homem (Kôji Yakusho) tenta superar a morte trágica de sua mulher e ajudar a filha surda (Rinko Kinkuchi) a aceitar a perda; no México, para onde a babá (Adriana Barraza) acaba levando as crianças; e ali mesmo, no Marrocos, onde a polícia passa a procurar suspeitos de um ato terrorista

A Vida é Bela - 116 min.


Na Itália dos anos 40, Guido (Roberto Benigni) levado para um campo de concentração nazista e tem que usar sua imaginação para fazer seu pequeno filho acreditar que estão participando de uma grande brincadeira, com o intuito de protegê-lo do terror e da violência que os cercam.

Cientistas encontram ovos de dinossauro na Rússia

Homem observa ossos de dinossauros fossilizados na região da Chechênia (Foto: Reuters/Yelena Fitkulina)

Fósseis foram descobertos durante construção de estrada.
Cerca de 40 ovos já foram encontrados e pode haver mais sob a terra.

Geólogos da região da Chechênia, no sul da Rússia, descobriram o que acreditam ser ovos de dinossauro fossilizados postos por um dos enormes répteis extintos que habitaram a Terra há mais de 60 milhões de anos.
"Encontramos cerca de 40 ovos até agora; o número exato ainda não foi estabelecido", disse o geólogo Said-Emin Dzhabrailov, da Universidade Estadual da Chechênia. "Pode haver muitos outros debaixo da terra".
A descoberta foi feita quando uma equipe de obras explodia uma encosta para construir uma estrada perto da fronteira da região com a Geórgia, nas montanhas do Cáucaso.
Uma equipe de geólogos encontrou os objetos ovais, semelhantes a pedras, com tamanhos que variam de 25 centímetros a um metro em uma recente viagem à área, disse Dzhabrailov. Ele afirmou que é preciso que paleontólogos determinem quais espécies de dinossauros puseram os ovos.
Dzhabrailov afirmou que o governo regional checheno, que quer afastar a reputação de violência da região, pensa em transformar a área em uma reserva natural e busca atrair turistas.

Fonte: Reuters / Portal G1

A história dos índios gigantes

Aldeia dos índios Panará

A tribo dos Panarás era conhecida como "índios gigantes". Viviam na floresta que fica no norte do Mato Grosso desde 1920. Duzentos anos antes, tinham sido empurrados para fora de Goiás, que iniciava uma corrida do ouro. Eram misteriosos e sua ferocidade virou uma lenda entre as outras tribos. Segundo relatos, tinham mais de 2 metros. Alguns chegariam a 2,10 metros. Em 1967 e 1968, duas expedições tentaram encontrá-los em vão. Até que, em 1970, o governo mandou construir a rodovia Cuiabá-Santarém na Bacia do Rio Peixoto de Azevedo, onde eles viviam.

Esperidião Amin


Na eleição de 1982, Espiridião Amin elegeu-se governador de Santa Catarina aos 35 anos, ao vencer o senador Jaílson Barreto. Ele passou a ser o mais jovem governador eleito da história do Brasil. A calvície total, no entanto, lhe dá um ar mais velho. Seus cabelos começaram a cair quando ele tinha 13 anos, depois de um sarampo. Perdeu também as unhas. O cabelo reapareceu três anos depois, mas voltou a despencar aos 30 anos. Seu apelido é Dão.
Amin viveu um grande drama familiar em 1966, aos 18 anos: seu pai atirou e matou em seu irmão, Dahil, que era seu sócio numa revendedora de carros, e o matou.

A Europa no século XIX – Resumo (Parte 03/03)


A unificação Alemã

Pelo Congresso de Viena, a Alemanha foi dividida em vários Estados, formando a Confederação Germânica. A presidência dessa Confederação ficou com a Áustria, e a vice-presidência com a Prússia, o Estado mais desenvolvido.

A Europa no século XIX – Resumo (Parte 02/03)


A unificação italiana

O Congresso de Viena, em suas decisões territoriais, havia dividido a Itália em vários Estados:
• o reino de Piemonte-Sardenha, governado pela dinastia italiana de Savóia;
• o reino Lombardo-Veneziano e dos ducados de Parma, Módena e Toscana, sob domínio da Áustria;
• os Estados Pontifícios, ao centro, sob domínio do papa;
• o reino das Duas Sicilias, governado pela dinastia dos Bourbons, da Espanha.

A Europa no século XIX – Resumo (Parte 01/03)


Durante o século XIX, a burguesia, que já era uma classe social economicamente forte, vê seu poder político consolidar-se.
A industrialização, além da Inglaterra, atingiu outros países europeus, mas o operário continuou enfrentando a pobreza e a falta de leis que garantissem seus direitos.
As nações industrializadas começaram a disputar novos mercados coloniais. O alvo das conquistas eram os continentes africano e asiático. Nesse século, a Inglaterra assumiu definitivamente a posição de primeira potência mundial. De 1837 a 1901, o trono inglês foi ocupado pela rainha Vitória, daí a denominação de Era Vitoriana para esse período.
Na França, ocorreram revoluções liberais, ainda para limitar o poder dos reis. Foram movimentos contra governos que desrespeitaram as conquistas políticas e sociais do povo francês: a Revolução de 1830, que derrubou o rei Carlos X, e a Revolução de 1848, que proclamou a Segunda República. O ideal nacionalista do século XIX expressava o crescimento da burguesia. Na Itália e na Alemanha, o sentimento nacionalista levou o povo dessas regiões à guerra pela formação de Estados soberanos e livres.

Fonte: Caderno do Futuro. IBEP

A Corrente do Bem - 115 min.


Eugene Simonet (Kevin Spacey), um professor de Estudos Sociais, faz um desafio aos seus alunos em uma de suas aulas: que eles criem algo que possa mudar o mundo. Trevor McKinney (Haley Joel Osment), um de seus alunos e incentivado pelo desafio do professor, cria um novo jogo, chamado "pay it forward", em que a cada favor que recebe você retribui a três outras pessoas. Surpreendentemente, a idéia funciona, ajudando o próprio Eugene a se desvencilhar de segredos do passado e também a mãe de Trevor, Arlene (Helen Hunt), a encontrar um novo sentido em sua vida.

Antes que termine o dia - 92 min.


Ian Wyndham (Paul Nicholls) e Samantha (Jennifer Love Hewitt) são diferentes, mas se amam. Ele é um executivo inglês que só pensa no trabalho enquanto ela é uma cantora romântica que só pensa no relacionamento com Ian. Tantas brigas e diferenças faz com que os dois terminem. No entanto, depois de um acidente, ele tem a oportunidade de consertar seus erros em relação a Samantha quando percebe que acorda no dia anterior ao do acidente.

Zuzu Angel - 110 min.


Zuzu Angel, uma estilista de sucesso que projetou a moda brasileira no mundo. Zuzu Angel, uma mãe que travou uma luta contra tudo e todos na busca pelo seu filho Stuart. Os anos 70 viram o mundo de pernas para o ar. No Brasil, a carreira de Zuzu Angel (Patrícia Pillar) como estilista começa a deslanchar enquanto seu filho Stuart (Daniel de Oliveira) ingressa no movimento estudantil, contrário à ditadura militar então virgente no país. Stuart é preso, torturado e assassinado pelos agentes do Centro de informações de Aeronáutica, sendo dado como desaparecido político. Inicia-se então o périplo de Zuzu, denunciando as torturas e morte de seu filho. Suas manifestações ecoaram no Brasil, no exterior e em sua moda.

Greve dos Professores


Caras (os) alunas (os)

Em Assembleia realizada na Câmara de Vereadores e encerrada no final dessa tarde os professores da rede estadual de ensino votaram e decidiram pela greve da categoria por tempo indeterminado.
A classe estava bem representada (como há muito não se via) e com ampla maioria aprovou o inicio da greve para essa segunda-feira. Uma série de atividades acontecerão, já no inicio da semana, com o objetivo de mobilizar professores, pais, alunos e comunidade.
Embora, tenha optado e votado contra a greve - por considerar que o processo de conscientização e mobilização deveria anteceder a decisão -, acato a soberania da assembleia, pois em um estado democrático de direito, a vontade do grupo deve prevalecer.
Sugiro a todos que aproveitem esse momento de “parada” para atualizarem suas leituras e reforçarem os estudos. Não estamos “de férias”, mas mobilizados na luta contra um governo que não nos respeita e que faz pouco caso do importante papel que desempenhamos na formação de cada um de vocês.
Gostaríamos que se unissem a nossa luta e organizados também buscassem uma melhor qualidade de ensino, onde a aprovação seja consequência de um processo de aprendizagem e não números bonitos para estatísticas governamentais e uma ferramenta de barganha para a injeção de recursos na escola. Precisamos lutar por melhores condições na estrutura física da escola, pela criação de uma biblioteca estudantil equipada, de um laboratório de informática que nos conecte ao mundo e possibilite o uso das novas tecnologias no processo de ensino e aprendizagem, pela quadra esportiva para as aulas de educação física e esportes, por nosso auditório para a realização dos nossos projetos, reuniões e eventos, etc.
A luta é de todos, não é só dos professores. A nossa vitória será também a de vocês; o nosso fracasso será também de todos.

Um grande abraço e até breve!
Esse blog ficará sendo, como sempre foi, o nosso canal de comunicação e contato.
Fraternalmente,

Prof. Tony Mendes

ATENÇÃO: os professores do CEAT decidiram dar continuidade as aulas e acompanhar o desenvolvimento da greve. Os alunos deverão comparecer normalmente ao colégio até que uma decisão contrária se faça necessária.

Jãnio Quadros X Ademar de Barros: a rivalidade eleitoral.


Adhemar de Barros sempre marcava seus comícios numa cidade antes de Jânio Quadros. Certa vez, os dois grupos se encontraram em Vacaria (RS). Os janistas foram ver o comício de Adhemar.
- Entre as várias obras que fiz em São Paulo está o Pinel, hospital de loucos. Infelizmente, não foi possível internar todos. Um desses loucos havia escapado e fará comício nesta mesma praça amanhã.
Gargalhada geral. No dia seguinte, Jânio Quadros deu o troco.
- Quando fui governador de São Paulo, construí várias penitenciárias, mas não foi possível trancafiar todos os ladrões. Um escapou e fez um comício aqui mesmo nesta praça ontem.

Slogan da campanha presidencial de Eduardo Gomes


Para atrair o eleitorado feminino, o brigadeiro Eduardo Gomes, da UDN (União Democrática Nacional) usou na eleição para presidente em 1945 o slogan: “Vote no Brigadeiro. É bonito. É solteiro”.

Marechal Lott, candidato a Presidente da República


Uma semana antes da eleição presidencial de 1960, o marechal Henrique Lott, candidato governista, foi fazer um comício em São João del Rei (MG). O palanque desabou e ele fraturou a perna. Pouco antes disso, o bimotor DC-3 que Lott usava na campanha teve uma pane e ele foi obrigado a cancelar parte dos comícios na Paraíba.

Pânico em Los Angeles - 165 min.


Num vôo de Los Angeles rumo à Austrália, a epidemiologista Kayla Martin é chamada às pressas para analisar o corpo de um passageiro que morreu após ter tido violentas convulsões. Não demora muito para ela constatar que se trata de um vírus mortal com incrível capacidade de multiplicação. Toda a cidade é posta imediatamente em quarentena, enquanto a equipe de Kayla corre contra o relógio para evitar que toda a população sucumba.

Assembléia: Sangue e Honra - 118 min


Assembléia conta a história do alto ponto da sangrenta Guerra Civil Chinesa de 1948, um líder de uma companhia do Exército da Liberação (Liberation Army), do lado comunista, foi ordenado a comandar 47 de seus homens para defender uma posição por pelo menos quarto horas. Eles poderiam sair em retirada uma vez que ouvissem a chamada da assembléia. A chamada nunca veio e todos, amenos o líder da companhia, morreram. Alguns anos depois, lutando em outra Guerra na Coréia, ele ainda procura pela explicação por nunca terem ouvido a chamada da assembléia e tenta provar que todos os seus homens morreram como verdadeiros heróis.

O Último Imperador - 165 min


Adaptação da história real de Pu Yi, último imperador chinês, deposto no século XX quando um golpe revolucionário fez surgir a república da China. Nomeado imperador aos três anos de idade, Pu Yi viveu enclausurado na Cidade Proibida até os 24 anos quando foi forçado a abandonar o luxo e a segurança da realeza, passando a vivenciar as dificuldades e os sonhos daquele novo mundo além das muralhas do palácio. Tendo como pano de fundo as transformações políticas e sociais que atingiram a China entre o final do século XIX e a instituição do governo socialista de Mao Tse Tung em 1949.

Descartes (Parte 04/04)

Registro da graduação de Descartes em 1616

— Mas esta é uma forma muito especial de pensar.
— Esta é uma forma de pensar marcadamente “racionalista”. Como Sócrates e Platão, Descartes via uma relação entre o pensamento e a existência. Quanto mais evidente uma coisa é para o pensamento, tanto mais certo é o fato de ela existir.
— Bem, até agora ele reconheceu que é um ser pensante e que existe um ser perfeito.

Descartes (Parte 03/04)


— Vamos voltar ao raciocínio do próprio Descartes. Seu objetivo é, portanto, chegar a um conhecimento seguro sobre a natureza da vida e a primeira coisa que ele afirma é que nosso ponto de partida deve ser duvidar de tudo. Isto porque, como vimos, ele não queria construir seu sistema filosófico sobre solo arenoso.
— Sim, pois na areia o alicerce cede e toda a casa pode cair.

Descartes (Parte 02/04)


— Então ele foi um homem à frente de seu tempo.
— Sim, se bem que essas questões já pairavam no ar, por assim dizer, na época em que ele viveu. No que se refere à questão de como podemos obter um conhecimento seguro, muitos expressavam o seu total ceticismo filosófico. Para estes céticos, o homem simplesmente tinha de se habituar com a idéia de não saber nada. Mas Descartes não se conformava com isto. Aliás, se tivesse se conformado, não teria sido um filósofo de verdade. Novamente podemos traçar aqui um paralelo com Sócrates, que nunca se deu por satisfeito com o ceticismo dos sofistas. Precisamente na época em que Descartes viveu, a nova ciência natural tinha desenvolvido um método que, a seu ver, levava a uma descrição exata e muito confiável dos processos da natureza. Descartes perguntou-se, então, se não haveria um método igualmente exato e seguro para a reflexão filosófica.
— Entendo.

Descartes (Parte 01/04)


Descartes - (Páginas 252-262.)

Alberto levantou-se, tirou a capa vermelha, colocou-a sobre uma cadeira e acomodou-se novamente no sofá.
— René Descartes nasceu em 1596 e durante toda a sua vida viajou muito pela Europa. Ainda jovem, ele manifestou o desejo fervoroso de conhecer a natureza do homem e do universo. Mas, depois de estudar filosofia, conscientizou-se sobretudo de sua própria ignorância.
— Mais ou menos como Sócrates?