"A Vida, como a fizeres, estará contigo em qualquer parte." (Autoria desconhecida)

Urna de votação



As urnas eletrônicas, batizadas de Coletor Eletrônico de Voto pelo TSE, fizeram sua estréia numa eleição nacional em cinco seções eleitorais de Florianópolis, em 1994. Desenvolvido em conjunto pelo TRE, pela Universidade Federal de Santa Catarina e pelo Serpro a partir de 1991, o sistema eletrônico de votação tinha sido utilizado antes apenas em cinco pleitos municipais. 
Até a chegada do voto eletrônico, os eleitores depositavam suas cédulas numa urna de lona, com tampa móvel fechada a chave. Ela foi lançada em 3 de outubro de 1955, na eleição presidencial vencida por Juscelino Kubitschek. A urna foi criada pelo paulista Abílio Cesarino, dono de uma fábrica de malas de couro e carteiras. Antes desse modelo, as urnas eram caixas de madeira.

Gilberto Gil


O cantor e compositor Gilberto Gil queria se candidatar à Prefeitura de Salvador, pelo PMDB, em 1988. Mas o governador Waldir Pires não aprovou a idéia. Gil, então, lançou um funk que se chamava Pode, Waldir?. A letra dizia: “Pra prefeito, não/Pra prefeito, não/E pra vereador?/Pode Waldir, pode Waldir, pode Waldir?. No ano seguinte, Gil elegeu-se vereador pelo PV (Partido Verde). O autor do sucesso Expresso 2222 teve 11.111 votos. 

Pedro Collor


Pedro Collor fez as primeiras denúncias que acabaram resultando no impeachment de seu irmão, o presidente Fernando Collor. Pedro concorreu a uma cadeira de deputado estadual. Saiu das urnas com 5.373 votos e perdeu a eleição. Já Augusto Farias, irmão de PC (Paulo César Farias), garantiu o retorno à Câmara dos Deputados, em Brasília. Faleceu em 19 de dezembro de 1994.

Assalto ao Banco Central - 104 min.


Barão (Milhem Cortaz) teve a grande ideia de ganhar muito dinheiro em pouco tempo ao cometer o crime perfeito, sem violência. Para tanto basta arrumar as pessoas certas, dispostas a receber R$ 2 milhões, botar o plano em prática e executar a façanha. Após cerca de três meses de operação, R$ 164,7 milhões foram roubados do Banco Central, em Fortaleza, no Ceará. Sem dar um único tiro, sem disparar um alarme, os bandidos entraram e saíram por um túnel de 84 metros cavado sob o cofre, carregando três toneladas de dinheiro. Foi o segundo maior assalto a banco do mundo.

Os Pilares da Terra


Na Inglaterra do século XII, Tom, um humilde pedreiro e mestre-de-obras, tem um sonho majestoso – construir uma imponente catedral, dotada de uma beleza sublime, digna de tocar os céus. E é na persecução desse sonho que com ele e a sua família vamos encontrando um colorido mosaico de personagens que se cruzam ao longo de gerações e cujos destinos se entrelaçam de formas misteriosas e surpreendentes, capazes de alterar o curso da história.

Salvador Dali - Faust (Vignettes) - The Phiole


Salvador Dali - Faust (Vignettes) - The Magic Circle


Salvador Dali - Faust (Vignettes) - The Illusionist

O Jarro - 86 min.


Numa aldeia iraniana, no deserto, um grande problema se inicia quando o jarro que serve para guardar água para os alunos da escolinha local trinca. A comunidade descobre a solidariedade que os une na tentativa de resolver o problema.

Jogos de Guerra - 114 min.


Um jovem (Matthew Broderick) aficcionado por informática conecta seu micro acidentalmente ao sistema de defesa americano, controlado por um computador ultrasofisticado. O acidente provoca um estado de alerta, que pode acabar causando a Terceira Guerra Mundial.

O dia seguinte - 127 min.


Década de 80. Em Lawrence, uma pequena cidade próxima a Kansas City, Russell Oakes (Jason Robards) está ocupado com seus afazeres como chefe de cirurgia do hospital local e a família Dahlberg cuida dos preparativos para o casamento da filha mais velha. Paralelamente o exército russo invade Berlim Oriental, o que cria uma crise entre a União Soviética e os Estados Unidos. Logo ambos os lados enviam seus mísseis nucleares, na intenção de vencer a guerra. Nos Estados Unidos um dos alvos é Kansas City, onde estão armazenados dezenas de mísseis nucleares.

O período antropológico


A filosofia Socrática marca um momento também conhecido por período antropológico. Mais uma vez temos uma palavra de origem grega composta por outras duas: Antropos e Logos. Já sabemos que Logos significa ciência ou estudo de determinado assunto; Antropos significa Homem, no seu sentido genérico, marcando a qualidade de Ser Humano enquanto espécie destacada das demais. “Antropológico” ou “Antropologia” resulta em ciência ou estudo do homem e de suas qualidades intrinsecamente humanas.
Enquanto os pré-socráticos estavam preocupados em definir a essência da natureza, a phisis, Sócrates estava preocupado com questões absolutamente relacionadas às qualidades humanas. Portanto, a justiça, a honra, a beleza, a bondade, não são qualidades que se encontram na natureza, não possuem a phisis como sua essência. São, na verdade, qualidades estritamente relacionadas com a capacidade de julgar do ser humano. Assim, por exemplo, se uma pessoa acha uma paisagem bonita, a beleza desta paisagem não está nela mesma, mas no julgamento daquele que assim a considera. 

Só sei que nada sei


Conta a história que, caminhando por Delfos, na Grécia, Sócrates se depara com o templo de Apolo e lê o seguinte numa inscrição: “Conhece-te a ti mesmo”. Impressionado com a força do significado destas palavras, resolve que sua vida será dedicada a este fim, ou seja, investigar a fundo os próprios pensamentos.
Conta outra história que, neste mesmo templo ao deus Apolo, lhe foi dito que ele era o homem mais sábio que já existiu. Contrafeito com esta afirmação e convencido da sua profunda ignorância a respeito de tudo, resolve verificar por si mesmo interrogando os homens que eram considerados mais sábios que ele a respeito da natureza do bem, do bom, do belo, da honra, da justiça. Acontece que toda vez que interrogava um destes sábios constatava que eles também não sabiam realmente nada acerca destas coisas, mas apenas acreditavam saber. 

O período pré-socrático


Mesmo antes que Sócrates caminhasse pelas ruas de Atenas, lá pelo século V a.C., outros já antecipavam o início do pensamento racional por meio de suas ideias a respeito de como se constituía o mundo em que habitavam. Na história da Filosofia, este período ficou conhecido como Pré-Socrático justamente por anteceder o aparecimento de Sócrates.
O período Pré-Socrático também pode ser chamado de Cosmológico. A palavra “Cosmológico” ou “Cosmologia” é composta por duas outras palavras de origem grega, “Cosmo” e “logos”. A primeira significa “organização”, “sistema”, ou “conjunto de tudo o que existe”; em outras palavras, significa “Universo”. Por sua vez, “Logos” é usada para designar “palavra” ou, mais propriamente, “ação” ou “estudo sistematizado”. Podemos concluir disso que “Cosmologia” significa, de maneira aproximada, “estudo do universo”, “estudo de tudo o que existe” ou “estudo da ação”, “estudo da dinâmica da organização”. 

Salvador Dali - Faust (Vignettes) - The Doe

Salvador Dali - Faust (Vignettes) - Spectre with Rose

Salvador Dali - Faust (Vignettes) - Silhouette

Seu pensamento - Adriana Calcanhoto

Seu pensamento - Adriana Calcanhoto


Composição: Adriana Calcanhoto

A uma hora dessas
por onde estará seu pensamento
Terá os pés na pedra
ou vento no cabelo?

A uma hora dessas
por onde andará seu pensamento
Dará voltas na Terra
ou no estacionamento?

Onde longe Londres Lisboa
ou na minha cama?

A uma hora dessas
por onde vagará seu pensamento
Terá os pés na areia
em pleno apartamento?

A uma hora dessas
por onde passará seu pensamento
Por dentro da minha saia
ou pelo firmamento?

Onde longe Leme Luanda
ou na minha cama?

Votos da malta


Num discurso, o brigadeiro Eduardo Gomes, candidato à Presidência, disse que não precisava dos “votos da malta”. Os adversários correram ao dicionário e descobriram que um dos significados da palavra era o “conjunto de trabalhadores que percorrem as ferrovias levando marmitas”. Um jornal aproveitou e publicou que Gomes dispensava os votos dos marmiteiros.

O Iluminismo (Parte 03/03)


— Por deísmo entende-se uma concepção segundo a qual Deus criou o mundo em tempos há muito passados, mas nunca se revelou a ele desde então. Desse modo, Deus é visto como um ser superior, que só se revela ao homem através da natureza e de suas leis, mas nunca através de uma forma “sobrenatural”. Tal “Deus filosófico”, nós o encontramos já em Aristóteles. Para ele, Deus era a causa primeira, o impulsor do universo.
— Só nos resta agora um ponto: os direitos humanos. 

O Iluminismo (Parte 02/03)



— À semelhança dos humanistas da Antigüidade, como Sócrates e os estóicos, a maioria dos filósofos do Iluminismo tinha uma crença inabalável na razão humana. Isto era algo tão evidente que muitos chamam o período do Iluminismo francês simplesmente de “racionalismo”. A nova ciência natural deixara claro que tudo na natureza era racional. Assim, os filósofos iluministas consideravam sua tarefa criar um alicerce para a moral, a ética e a religião que estivesse em sintonia com a razão imutável do homem. E isto levou ao pensamento do Iluminismo propriamente dito. 

O Iluminismo (Parte 01/03)


(…)
Sofia fechou a porta e colocou o boletim cheio de boas notas sobre a mesa da cozinha. Depois atravessou de gatinhas a sebe do jardim e se embrenhou na floresta.
Mais uma vez teve de atravessar o lago a remo. Alberto estava sentado à porta da cabana quando ela chegou. Ele acenou para que ela viesse se sentar a seu lado.
O tempo estava bom, se bem que do lago vinha uma corrente de ar frio, penetrante. O lago parecia não ter se recuperado ainda da tormenta do dia anterior. 

Nota Vermelha



As férias escolares acabam, porém boa parcela dos alunos retornam com toda energia e disposição para continuarem “ brincando de estudar”. Para esses alunos a Escola são férias eternas, o boletim escolar sempre decorado de notas vermelhas, mas afinal , eles dizem: “ e eu com isso? “ . Parodiando os próprios alunos, agora é o momento em que a “ chapa começa a esquentar” !!

Treze dias que abalaram o mundo - 135 min


Em outubro de 1962 um avião U-2, que fazia vigilância de rotina, tira fotos fotográficas que revelam que a União Soviética está em processo de colocar uma plataforma de lançamento de armas nucleares em Cuba. Estas armas terão a capacidade de destruir em minutos a maior parte do leste e sul dos Estados Unidos quando ficarem operacionais. O presidente John F. Kennedy (Bruce Greenwood) e seus assessores têm de pôr um plano de ação contra os soviéticos. Kennedy está determinado em mostrar que ele é forte o bastante para resistir a ameaça e o Pentágono aconselha o exército dos Estados Unidos a contra-golpear, o que poderia levar a uma outra invasão norte-americana em Cuba. Entretanto, Kennedy está receoso em levar a cabo esta operação, pois uma invasão norte-americana poderia fazer com que os soviéticos partissem para a retaliação na Europa. Por treze dias o destino da humanidade esteve nas mãos de um grupo reunido no salão oval na Casa Branca, pois a possibilidade de uma guerra nuclear era real e navios soviéticos rumavam para Cuba levando o material que faltava para terminar a plataforma de lançamento, que estava sendo construída em ritmo acelerado. Com a situação cada vez mais tensa, qualquer ato impensado poderia provocar um conflito armado de conseqüências atrás.

Berkeley


(…)
Alberto não respondeu. Atravessou a sala e sentou-se na poltrona, ao lado da mesinha.
— Ainda precisamos conversar um pouco sobre Berkeley — disse ele.
Sofia já tinha se sentado. Sem querer, flagrou-se roendo as unhas.
— George Berkeley foi um bispo irlandês, que viveu entre 1685 e 1753 — começou Alberto, e depois ficou um bom tempo sem dizer mais nada.
— Berkeley foi um bispo irlandês… — repetiu Sofia para retomar o fio da meada.
— Mas ele foi também um filósofo…