"A Vida, como a fizeres, estará contigo em qualquer parte." (Autoria desconhecida)

A Sociologia na Idade Média


Séculos mais tarde, no período chamado de Idade Média (que vai do século V ao XV, mas exatamente entre os anos 476 a 1453), houve, segundo os renascentistas, um período de “trevas” quanto à maneira de se ver o mundo, por isso a Idade Média é conhecida também por “idade das trevas”.
Segundo eles, havia um predomínio da fé, onde os campos mítico e religioso, tendiam a oferecer as explicações mais viáveis/aceitáveis para os fatos do mundo. Na Europa Medieval, esse predomínio religioso foi da Igreja Católica. Tal predomínio da fé, de certo modo, e segundo os humanistas renascentistas, asfixiava as tentativas de explicações mais especulativas e racionais (científicas) sobre a sociedade. Não cumprir uma regra ou lei estabelecida pela sociedade, poderia ser entendido como um pecado, heresia, tamanha era a mistura entre a vida cotidiana e a esfera sobrenatural.   

Se olharmos a Idade Média somente pela ótica dos renascentistas podemos entendê-la como uma época improdutiva, em termos de evolução do conhecimento, contudo, ela também foi um período muito rico para a história da humanidade, importante, inclusive, para a formação da nossa casa, o mundo ocidental.

Fonte: Texto “Sociologia – 1º Ano do Ensino Médio” da Profª Bianca Wild 

0 Response to "A Sociologia na Idade Média"